BLOODLINES 4 AO 6- RICHELLE MEAD

image

CORAÇÃO ARDENTE

Não vou mentir. Entrar em um quarto e se deparar com sua namorada lendo um livro de nomes de bebês pode meio que fazer seu coração parar.
— Eu não sou nenhum expert, comecei, escolhendo minhas palavras com cuidado. Bem, na verdade, eu sou. E eu tenho certeza de que há certas coisas que devemos fazer antes de você precisar ler esse livro.
Sydney Sage, a namorada mencionada e a luz da minha vida, nem ergueu os olhos, embora a suspeita de um sorriso tenha brincado em seus lábios.
— É para a iniciação, ela disse com naturalidade, como se falasse em fazer as unhas ou ir ao mercado ao invés de se juntar a um grupo de bruxas.
— Eu tenho que ter um nome “mágico” para elas usarem durante os encontros.
— Certo. Nome mágico, iniciação. Apenas mais um dia na vida, hum?
Não que fosse alguém que pudesse dizer, tendo em vista que sou um vampiro com habilidades fantásticas, ainda que complicadas, de cura e compelir pessoas.
Dessa vez, eu ganhei um sorriso completo, e ela levantou seu olhar. A luz do sol da tarde infiltrando-se pela janela do meu quarto chegou aos seus olhos e revelou um brilho âmbar dentro deles. Eles se abriram em surpresa quando repararam nas três caixas empilhadas que eu carregava.
— O que é isso?
— Uma revolução na música. — Eu declarei, pondo— as com reverência no chão. Abri a de cima e expus um gramofone…

image

SOMBRAS DE PRATA

Eu acordei para a escuridão.
Isso não era nenhuma novidade, visto que venho acordando para a escuridão nos últimos… bem, não sabia quantos dias. Poderia ser semanas ou até meses. Eu perdi a noção do tempo nesta pequena e gelada cela, com apenas um duro chão de pedra como cama. Meus captores me mantiveram acordada ou dormindo, a seu critério, com a ajuda de alguma droga que deixou impossível a contagem dos dias. Por um tempo, eu tive certeza de que estavam deslizando-o para mim pela água ou comida, então entrei em greve de fome. A única coisa que consegui foi uma alimentação forçada – algo que nunca, nunca quero experimentar novamente – e nenhuma escapatória da droga. Eu finalmente compreendi que estavam colocando-a através do sistema de ventilação, e diferentemente da comida, eu não poderia entrar em greve de ar….

image

O CIRCULO RUBI

Depois que Sydney Sage escapou das garras dos alquimistas, que a torturaram por viver um romance proibido com Adrian Ivashkov, o casal passou a viver exilado na Corte Moroi. Hostilizada por todos ao seu redor por ser uma humana casada com um vampiro, a garota quase não sai de casa e perde a noção do tempo, trocando o dia pela noite. Mas logo Sydney se vê obrigada a abandonar seu refúgio, já que seu coração continua apertado desde que Jill Dragomir desapareceu. O sumiço da jovem princesa vampira coloca em risco toda a estabilidade política dos Moroi… Então quem estará por trás desse sequestro? Sydney precisa dar um jeito de trazer a amiga de volta — e ao mesmo tempo alcançar sua própria liberdade.

0 comentários:

Postar um comentário

NÃO SE ESQUEÇA DE COMENTAR !