COLEÇÃO SISSI- AMORES ETERNOS- VARIOS AUTORES

image

21- DEPOIS DAQUELA VALSA

―Os casais flutuavam, rodopiando no luxuoso salão, ao som romântico de uma valsa vienense. Lorde Jeremy mal conseguia respirar, emocionado por ter a linda e jovem lady Constance em seus braços. Compreendeu, então, que a queria a seu lado, para sempre, como sua esposa. Mas, para isso, ele teria de fazê-la perdoar e esquecer a terrível ofensa que lhe fizera ao oferecer-lhe proteçâo, pensando que ela era uma das "meninas" da casa de prazeres de madame Duprey.‖

image

22- UMA LADY PERIGOSA

―As mãos fortes do conde de Brandford seguraram os delicados ombros de Emma, causando-lhe uma indefinível sensação feita de encantamento, de estranha ansiedade. De repente, ele se afastou, os olhos castanhos quase negros de incontida fúria. O que ela teria feito dessa vez? A jovem lady nao conseguia entender por que despertava tanta agressividade em Charles Brandford, quando tudo que desejava na vida era ser amada por ele...‖

image

23- VIUVA DE ALUGUEL

Resumo: “Ela ainda o amava, mas o visconde tinha razões para desprezá-la! Frio e determinado, o visconde de Doncastle obrigou lady Amélia a ir com ele para a pista de dança. Passou um braço pela delicada cintura, enquanto ela fechava os olhos tentando esquecer que aquele não era mais o seu amado Joseph. Seus passos combinavam, como no passado, mas suas vidas estavam separadas pelo terrível segredo que ela jurara não revelar e que a transformara de uma jovem feliz, cheia de esperanças, em uma mulher marcada, de má reputação…”

image

24- UM MAL CHAMADO AMOR

―Ao descer a escada, a jovem lady Elizabeth viu lorde Anthony Russelford no hall. Ele mudara muito: de quase adolescente, tornara-se um homem alto, de ombros largos e fortes. Nâo fossem os olhos azuis, ainda tímidos, e o sorriso franco, teria certa dificuldade em reconhecê-lo. Ela corou diante do olhar intenso dele. Também crescera, nâo era mais a jovem inocente de anos atrás. E, naquele momento, prometeu a si mesma que lorde Anthony seria seu marido, por mais que tentasse escapar...‖

clip_image002

25-O SEGREDO DE LYDIA

―O duque Gilbert de Canfield não podia entender a personalidade de Lydia Crenshaw. Em um momento ela era meiga, os olhos sinceros, carinhosos; em outro, era estranha e desafiante. Perturbado, ele nâo conseguia esquecer o beijo roubado que lhe incendiara o coração nem a imagem dela entre os rufiões bêbados. Ele não sabia quem era, de fato, a fascinante Lydia, mas sabia que a queria de qualquer jeito, mesmo que precisasse forçá-la ao casamento!‖

image

26- A PROFESSORINHA

―O marquês Richard de Jarred descobriu, surpreso, que era amor a deliciosa perturbação que a moça esguia, de longos cabelos castanhos e olhos azuis, lhe causava. Nâo a esquecia um só instante. Olivia Anthony também se apaixonou pelo marquês assim que fitou seus expressivos olhos negros. Mas precisava enfrentar a realidade: quando Richard de Jarred soubesse a verdade sobre o misterioso Jack, por quem ela sofria tanto, seu amor iria se transformar em ódio.‖

image

27- PASSEIO DOS NAMORADOS

―Dizia a lenda: os namorados que percorressem juntos a trilha que vai do velho carvalho à mansão estariam casados em um mês. Julia Witton, porém, nâo era namorada do barão de Rossiter, um homem envolvente, misterioso, que despertava os mais lindos sonhos em sua cabecinha. Era noiva de um homem imposto por seus pais. Um homem que ela detestava! Ao percorrer a trilha com o barão, naquela noite, Julia desejou que a lenda fosse verdadeira, mas a realidade a esperava com o amanhecer.‖

image

28- A PARENTE POBRE

Quando viu Rowena, frágil e desamparada, inconsciente sob o pesado galho de arvore que a atingira, o conde de Farleigh ficou desesperado. Cobriu-a com seu sobretudo e, sem poder fazer mais nada, enquanto não chegasse socorro, sentou-se junto dela e segurou a pequenina mão inerte. Soube, então, que a amava loucamente e duvidou que Rowena, linda, de educação refinada, viesse a amá-lo, rude soldado que o destino transformara em conde!

image

29- DONZELA MISTERIOSA

―Elizabeth, emocionada pela descoberta, só conseguia pensar: "Eu o amo!" Ela amava profundamente Charles Carlyle e daria tudo para ser sua esposa, mas via-se obrigada a recusar: não podia aceitar seu pedido de casamento sem revelar que, inocente e indefesa, pertencera a outro homem. Um desconhecido a seduzira, condenando-a a ser uma mulher marcada, pois ninguém poderia saber que a respeitável Elizabeth Ashton perdera a virtude, devendo renunciar ao amor para sempre!‖

image

30- O CASAMENTO DE CHRISTINA

―O olhar de lorde Stanhope brilhava, intenso. Christina teve o impulso de correr para o marido, de tocar-lhe o rosto, os cabelos ruivos. Queria que ele a abraçasse, que... Abaixou a cabeça, envergonhada. Nâo devia esquecer que seu casamento com lorde Domenic Stanhope era uma farsa para salvar a vida do pai dela e dar ao marido liberdade para ter as amantes que bem quisesse, sem se comprometer. Mas quando aceitara esse acordo, ela não sabia que iria se apaixonar!‖

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

ROMANCES HOMO / ANTOLOGIAS## SCARLET BLACKWELL

MESTRES DO MENAGE 1 AO 4## SHAYLA BLACK

BEM VINDOS AO SANTUARIO 1 AO 3- COOPER MCKENZIE